Sem alarde, Prefeito de São José do Egito pede dispensa de licitações do transporte escolar que somam R$ 1,187 milhão

Prefeito de São José do Egito, Evandro Valadares (PSB). Foto: Reprodução.

O Prefeito de São José do Egito, Evandro Valadares (PSB) realizou a Dispensa nº 20/2017, com o intuito de contratar com urgência uma empresa especializada para prestação de serviços de locação de veículos do transporte escolar, para atender os alunos da Rede Municipal de Educação (RME).

De acordo com o Tribunal de Contas do Estado (TCE), o processo nº 78/2017, relata que os serviços foram contratados pelo período de 90 dias, para atender a Secretaria Municipal de Educação da Terra da Poesia.

Segundo dados fornecidos pelo Portal Tome Conta, a licitação custou aos cofres públicos o valor de R$ 621 mil.

O curioso é que a Dispensa nº 16/2017, também, teve o mesmo objetivo de contratar uma empresa de serviços de locação de veículos para atender a rede escolar, no entanto, o valor da alocação dos veículos custou apenas R$ 566 mil reais.

As duas dispensas de licitação custaram aos cofres do Poder Executivo Municipal cerca R$ 1,187 milhão. Detalhe, nas duas dispensas a empresa beneficiada foi a Costa Lira Serviços e Transportes LTDA.

Os dados das dispensas de licitações estão disponíveis no Portal Tome Conta. Os valores e informações são fornecidos pela própria Administração Pública.

O Tribunal de Contas, ainda, mostra que 17,8% dos processos de contratação de serviços são realizados através de dispensa, enquanto, 1,1% tem tomada de preços e 69,5% são pregão presencial. Os processos de concorrência representam apenas 8,8% e convite são 2,2%. Os dados são fornecidos pelo Portal Tome Conta.

Gráfico das licitações adotadas pelo Prefeitura de São José do Egito.

PROTESTO DOS PROFESSORES

Na última semana, os servidores da educação e contratados da Prefeitura de São José do Egito, protestaram contra a gestão de Evandro Valadares, solicitando que fossem realizados os pagamentos em atraso.

Os professores e profissionais da educação saíram pelas ruas da cidade protestando contra a falta de pagamento dos seus salários. Segundo os representantes, os atrasos acontecem com contratados, aposentados, bolsistas e com outros profissionais.

Professores protestam pela falta de pagamentos em São José do Egito.

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.