Rede Sustentabilidade deixa o Governo Paulo Câmara

A Rede Sustentabilidade anunciou, neste sábado (16), que desembarcará do governo de Paulo Câmara (PSB). A entrega dos cargos ocorrerá até o final do mês. A decisão foi tomada em conferência estadual realizada também neste sábado (16). O secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado, Sérgio Xavier, anunciou o seu afastamento das atividades partidárias.

“Resolvemos que teremos candidatura própria aos cargos majoritários em 2018. Por isso, vamos entregar os cargos até o final do ano, para fazer uma transição sem problemas e com transparência”, disse Roberto Leandro, um dos representantes e o partido no Estado.

Entre os nomes cotados para a chapa majoritária, estão o ex-prefeito de Petrolina, Julio Lossio, que deve deixar o PMDB e está em conversas avançadas com a Rede, o ex-superintendente do Ibama, João Arnaldo, o ex-deputado estadual Roberto Leandro e cantor gospel Jairinho.

As candidaturas terão como objetivo fortalecer a candidatura à Presidência da República de Marina Silva. “Vamos continuar dialogando com o PSB e outros partidos do campo democrático, além de movimentos da sociedade para fortalecer a candidatura de Marina Silva”, acrescentou Roberto Leandro.

Na conferência, a Rede também escolheu os seus novos porta-vozes, função equivalente à presidência. Foram escolhidos Clécio Araújo e Milena Reis.

SÉRGIO XAVIER

Em carta entregue aos porta-vozes do partido (função que equivale à presidência estadual), Sérgio Xavier comunicou seu afastamento das atividades partidárias. Ele não compareceu à conferência estadual. “Gostaria de aproveitar a oportunidade da Conferência Estadual para anunciar oficialmente o meu afastamento das atividades partidárias da Rede Sustentabilidade”, disse Xavier.

O secretário já havia anunciado, em novembro, que sairia do governo de Paulo Câmara (PSDB). Oficialmente, ele comunica que está se dedicando a projetos empresariais na área de sustentabilidade. Mas, nos bastidores do Palácio do Campo das Princesas, há a informação de que o seu afastamento se deve a uma pressão nacional da Rede, mirando uma aliança nacional.

“Conforme já anunciei publicamente, reitero também que estou encerrando a minha participação no Governo do Estado de Pernambuco. Já informei esta decisão ao governador Paulo Câmara e me coloquei à disposição para realizar, de forma cordial, tranquila e responsável, a transição do cargo de Secretário Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade para o sucessor ou sucessora a ser nomeado ou nomeada pelo governador”, afirmou, na carta.

Na carta, o secretário também lista as realizações feitas na pasta e agradece a Marina Silva. “Expresso um agradecimento especial a Marina Silva pelo intenso apoio, durante toda a nossa jornada, sobretudo nesta difícil missão de gestor público, em tempos de crise política, ética e sócioeconômica. E ressalto nosso compromisso e engajamento firme na sua nova campanha presidencial de 2018. Não tenho dúvidas que Marina representa a melhor alternativa para restaurar a credibilidade do Brasil, reacender esperanças na política e implantar um novo modelo de desenvolvimento inclusivo, ético e sustentável que será inspirador para o mundo”, disse, no texto. (JC Online)

Deixe seu comentário