PT terá ato no Recife para lançamento da pré-candidatura de Lula

Lula está preso em Curitiba.

Preso na Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba (PR), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) escolheu o dia 27 de maio para o lançamento de sua pré-candidatura à Presidência em todo o Brasil. No Recife, a Executiva Municipal do PT, decidiu que o ato será às 9h, na Orla de Brasília Teimosa, na Zona Sul do da cidade.

A informação do lançamento da pré-candidatura foi repassada pelo deputado federal Wadih Damous (PT), que visitou o petista na manhã dessa segunda (21) na condição de seu advogado. O parlamentar afirmou à militância do acampamento Lula Livre, nos arredores da PF, que o ex-presidente pediu para enfatizar que no dia 27 o lançamento ocorrerá em cada cidade brasileira onde o PT está organizado.

“O lançamento de Lula para presidente atende à vontade da maioria do povo brasileiro, como indicam todas as pesquisas, e representa a unidade do PT. A sua eleição e a sua liberdade corresponderão à libertação do País da agenda anti-povo imposta pela fraude do impeachment.”, afirma Bruno Ribeiro, presidente do PT-PE.

BANCADA
A bancada pernambucana da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) também comentou sobre a importância do evento para o partido e para Lula. “Cada dia fica mais evidente a armação feita pra Lula não ser candidato e cada dia fica mais forte o desejo do povo pra ele ser presidente. O lançamento em caráter nacional ,descentralizado nos municípios ,vai corresponder a essa posição.”, comentou a deputada Teresa Leitão (PT). Seguindo na mesma linha o deputado Odacy Amorim (PT) reforçou que o ato irá reforçar o lançamento da candidatura do ex-presidente.

LANÇAMENTO DE LULA NAS CIDADES
Damous disse ainda que o PT prepara ações em cerca de 3 mil cidades. “Não importa que cada ato tenha 500 pessoas. O que importa é o somatório. O importante é deixar claro que o presidente Lula é o nosso candidato”, disse o deputado.

Ex-presidente da Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Rio de Janeiro, Damous acrescentou que Lula pode ser candidato à Presidência da República, mesmo detido na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. “O [ex-] presidente reafirma sua vontade de ser candidato à Presidência da República.”

Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção. Ele respondeu à acusação de ter obtido vantagens indevidas provenientes de um esquema de corrupção envolvendo três contratos entre a empreiteira OAS e a Petrobras. A vantagem seria um apartamento tríplex em Guarujá (SP). (JC)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here