Piloto morto em acidente do Globocop tem raiz familiar sertaneja

daniel-galvao-recife-com-isabel-fonseca Piloto morto em acidente do Globocop tem raiz familiar sertaneja
Piloto Daniel Galvão e sua esposa, Isabela Fonseca. Foto: Reprodução.

O comandante da empresa “Helisae Helicópteros”, Daniel Galvão, que pilotava o Globocop no momento da queda que deixou duas pessoas mortas na manhã dessa terça-feira, dia 23, tinha parentes e familiares em Petrolina, no Sertão de Pernambuco.

A vítima era sobrinho de Maria do Socorro Macedo de Souza – empresária do Petrolina Palace. Ele era filho da irmã mais nova da empresária, Jania Macedo e tinha seis meses de casado com Isabela Fonseca. O acidente aéreo deixou toda a família muito abalada.

De acordo os familiares, Daniel Galvão era um amante da aviação. O piloto, também, foi motorista de ônibus por cinco anos em Las Vegas (EUA). Em 2011, se tornou piloto de helicóptero.

CARREIRA NA HELISAE

Daniel Galvão trabalha há mais de cinco anos na empresa Helisae, sendo comandante de voo, planejador e registrador de manutenção da aeronave.

No momento do acidente, também, estava abordo o operador de transmissão, Miguel Brendo, que foi socorrido e a sargento Lia – supervisora da empresa proprietária do Globocop.

A empresa “Helisae Helicópteros” prestava serviços à emissora Globo Nordeste a cerca de 10 anos. Segundo a empresa, a aeronave tinha passado por inspeção na última semana.

LEIA TAMBÉM

>Helicóptero da “Globo Nordeste” cai no Recife; veja o vídeo
Ave pode ter provocado queda do Globocop no Recife, PE
Helicóptero da Globo cai no Recife e deixa mortos
Globocop da “TV Globo” cai na orla do Recife e duas pessoas morrem

Deixe seu comentário