Paulo Câmara, Sebastião e Duque dão as mãos em prol do Hospital Geral do Sertão, em Serra Talhada

hospital-geral-do-sertao-em-serra-talhada-roberio-sa7 Paulo Câmara, Sebastião e Duque dão as mãos em prol do Hospital Geral do Sertão, em Serra Talhada
Governador Paulo Câmara (PSB), Sebastião Oliveira (PR) e Luciano Duque (PT). Foto: Robério Sá.

O Prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT) deu as mãos ao Governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) e ao Secretário de Transportes, Sebastião Oliveira, em prol das obras de construção do Hospital Geral do Sertão Governador Eduardo Campos, que já começaram nessa quinta-feira, dia 4.

O projeto avaliado em R$ 60 milhões deverá proporcionar melhora na qualidade de vida de 235 mil moradores de dez municípios do interior. Nesta primeira etapa, onde se iniciou a terraplanagem, serão investidos cerca de R$ 2,6 milhões, e os serviços serão realizados em um terreno de 30 mil m², às margens do Km 418 da rodovia BR-232, com prazo de conclusão de 90 dias. Além de Serra Talhada, o Hospital do Sertão atenderá os municípios de Betânia, Calumbi, Carnaubeira da Penha, Flores, Floresta, Itacuruba, Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Belmonte e Triunfo.

hospital-geral-do-sertao-em-serra-talhada-roberio-sa2 Paulo Câmara, Sebastião e Duque dão as mãos em prol do Hospital Geral do Sertão, em Serra Talhada
Secretário de Transportes Sebastião Oliveira.

Durante a ordem de serviço, o Secretário Sebastião Oliveira retratou a importância do aporte de investimentos do Governo de Pernambuco para melhorar o atendimento de urgência e emergência do polo de saúde da capital do xaxado.

“Essa obra vai mudar a história, a vida e a saúde dos sertanejos. Pernambuco tem um vazio muito grande de assistência na área de trauma, desde Caruaru até Petrolina, e sabemos que uma cidade como Serra Talhada, que já se tornou um polo universitário, já é um polo de comércio há muito tempo e o quarto macro regional de saúde, não tinha um hospital de trauma para atender essa cidade e a toda região. Então, esse hospital preenche o vazio assistencial da saúde […] Sei que Serra Talhada receberá muito bem todos os sertanejos que procurarem atendimento nesse aparelho”, disse Sebastião Oliveira.

hospital-geral-do-sertao-em-serra-talhada-roberio-sa6 Paulo Câmara, Sebastião e Duque dão as mãos em prol do Hospital Geral do Sertão, em Serra Talhada
Prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT).

Para o prefeito Luciano Duque, Paulo Câmara imprime sua marca na saúde de Pernambuco, com a instalação da unidade de trauma que homenageia o ex-governador Eduardo Campos.

LEIA TAMBÉM

> Em Serra Talhada, Paulo Câmara e Comitiva escanteiam presidente da AMUPE

“Governador, o momento que o país vive uma crise institucional, política e de falta de recursos é uma ousadia enorme vir cumprir essa promessa. Nós que somos prefeitos, entendemos a dificuldade que a legislação do teto nos impõe e hoje as dificuldades que temos para habilitar serviços em unidades de saúde, devido o Governo Federal afirmar que não tem recursos para habilitação de novos serviços. Mas, sei que o senhor tem tirado ‘leite de pedra’ […] Em Serra Talhada, há 80 anos atrás era inaugurado o Hospital Professor Agamenon Magalhães, a quem rendemos homenagem ao filho dessa Terra e grande governador”, disse Luciano Duque, acrescentando: “O senhor (Paulo Câmara) vem escrever a história de Pernambuco e do Sertão, preenchendo um vazio assistencial, onde todo o Sertão será grato por essa grande obra”.

hospital-geral-do-sertao-em-serra-talhada-roberio-sa8 Paulo Câmara, Sebastião e Duque dão as mãos em prol do Hospital Geral do Sertão, em Serra Talhada
Governador Paulo Câmara voltar a ressaltar a crise econômica e política em Serra Talhada.

O Governador Paulo Câmara voltou a ressaltar a crise política, econômica e os problemas sociais que dificultaram a vida dos pernambucanos nos últimos três anos.

“Começamos 2018 muito otimistas e cientes dos desafios que ainda temos que enfrentar, por que o Brasil como todos nós sabemos está parado, tem desemprego e muita confusão pra resolver mas, precisamos estar preparados para atender o povo de Pernambuco”, disse.

“Luciano Duque falou muito bem, por que tentamos habilitar novos serviços, mas a União não autoriza por falta de recursos. No entanto, a demanda existe e as pessoas continuam a procurar nossos hospitais e as prefeituras em busca de atendimento, por isso temos que fazer um esforço adicional, ver onde sobra um ‘dinheirinho’ e colocar na saúde […] isso fez com que Pernambuco, nos últimos três anos, apesar de toda crise, aumentasse o atendimento em ambulatório, cirurgias e exames em 10%. Então, mostramos que estamos conseguindo trazer resposta, mesmo sabendo que, ainda, tem muita coisa que precisa ser feita”, pontuou o chefe do executivo, completando:

“Nós não poderíamos deixar de fazer esse investimento em Serra Talhada, que vai preencher uma lacuna fundamental na alta e média complexidade com o Hospital Geral do Sertão. Essa unidade vai dialogar com toda a região e será um cinturão importante de atendimento as pessoas, principalmente no atendimento ortopédico e de outras utilidades médicas que necessitam de cuidado imediato”, finalizou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

HOSPITAL GERAL DO SERTÃO 

Após a conclusão da terraplenagem, será iniciada a fase de locação e escavação dos elementos de fundação, drenagem de águas pluviais e serviços preliminares de construção, para que, posteriormente, seja iniciada a edificação da unidade hospitalar, que terá, aproximadamente, 10 mil m² de área construída. A previsão é de que as obras totais do hospital sejam concluídas em dezembro de 2019.

A estrutura física do Hospital Governador Eduardo Campos contará com cinco salas de cirurgia, 140 leitos de internamento e 20 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). O Hospital irá oferecer atendimento ambulatorial nas especialidades de traumato-ortopedia, clínicas geral, cardiológica e neurológica, além de cirurgia geral e vai complementar a rede de saúde da III Macrorregião, que possui 35 municípios e atende uma população de 842.153 habitantes. A III Macrorregião é composta pelas VI, X e XI Regionais de Saúde do Estado de Pernambuco.

Deixe seu comentário