Morre menino de três anos ferido em acidente de trânsito em Pernambuco

Carro ficou destruído após colisão na Zona Norte do Recife, que deixou três mortos e duas pessoas feridas (Foto: Reprodução/TV Globo)

Do G1 Pernambuco – Morreu na tarde desta segunda (27) o menino que ficou gravemente ferido após o acidente provocado por um motorista embriagado, que colidiu contra um carro no cruzamento da Estrada do Arraial e da Rua Cônego Barata, na Zona Norte do Recife, na noite do domingo (26). A morte de Miguel Arruda da Motta Silveira Neto, de três anos e 11 meses, foi confirmada pelo Hospital Santa Joana, unidade de saúde em que a criança estava internada junto com o pai, de 46 anos, e a irmã, de cinco anos, que também se feriram durante a colisão. O acidente resultou, ainda, na morte da mãe dele, de 39 anos, e da bába, grávida, de 23 anos.

Por meio de nota, o Hospital Santa Joana informou que o menino morreu às 14h50 desta segunda (27) e permaneceu em estado gravíssimo durante todo o período de internação. Ao chegar no local, ele foi “internado na unidade de terapia intensiva pediátrica, em estado grave, instável e em coma decorrente de trauma craniano grave”, sendo “submetido de imediato à procedimento neurocirúrgico, além de medidas clínicas para estabilização do quadro”, mas não resistiu aos ferimentos.

O acidente ocorreu por volta das 19h30, quando o motorista embriagado, identificado como João Victor Ribeiro de Oliveira Leal, de 25 anos, estudante de engenharia, avançou um semáforo na Rua Cônego Barata em direção ao cruzamento com a Estrada do Arraial. Ao avançar o sinal vermelho, o carro dele, a 100 quilômetros por hora, colidiu contra o carro em que estavam três adultos e duas crianças. De acordo com a Polícia Civil, o motorista fez um teste de alcoolemia, que acusou a ingestão de álcool três vezes acima do permitido.

A mãe de Miguel, Maria Emília Guimarães da Motta Silveira, e a babá Roseane Maria de Brito Souza morreram no local. O advogado Miguel Arruda da Motta Silveira Filho, de 46 anos, marido de Maria Emília, e Marcela Guimarães Motta Silveira, de cinco anos, filha do casal, permanecem internados no Hospital Santa Joana, na área central do Recife.

João Victor Ribeiro seguiu para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Caxangá, na Zona Oeste. Após ter alta, ele foi encaminhado para a Central de Flagrantes, no bairro de Campo Grande, na Zona Norte da capital pernambucana, onde foi registrado o flagrante.

Na manhã desta segunda (27), João Victor Ribeiro foi encaminhado a uma audiência de custódia e teve a prisão preventiva decretada pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), sendo encaminhado ao Centro de Observação e Triagem Professor Everaldo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife. (Veja vídeo acima)

O advogado do estudante universitário deixou o caso e ele foi assistido por um defensor público. Segundo a Polícia Civil, as investigações do caso estão a cargo do delegado Paulo Jean, da equipe da Delegacia de Polícia de Delitos de Trânsito.

Internados

  • Miguel Arruda da Motta Silveira Filho, 46 anos – está internado na UTI do Hospital Santa Joana, no Recife. Ele teria passado por cirurgia, segundo amigos. A assessoria da unidade de saúde não repassou detalhes do estado de saúde.
  • Marcela Guimarães Motta Silveira, 5 anos – Foi levada inicialmente ao Hospital da Restauração, no bairro do Derby. A unidade de saúde informou que ela teve traumatismo cranio-encefálico. Depois, no fim da manhã, seguiu para o Santa Joana.
    Enterros

Segundo a família, a babá Roseane de Brito Souza foi velada no município de Aliança, na Zona da Mata Norte do estado, na tarde desta segunda-feira (27). O enterro ocorreu no cemitério da cidade.

Os velórios e enterros da advogada e funcionária do TJPE, Maria Emília Guimarães, e do filho dela, Miguel Neto, aconteceram no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife, por volta das 20h30 desta segunda (27). Durante a manhã, Maria Emília recebeu homenagens no local em que trabalhava. O local em que ocorreu o acidente também recebeu flores durante a tarde.