Marília Arraes afirma que PSB tenta plantar intriga no PT

Marília Arraes (PT) afirma que PSB tenta plantar intriga na cúpula do PT. Foto: Reprodução.

A vereadora do Recife e pré-candidata a governadora, Marília Arraes (PT), se posicionou, nesse final de semana, sobre os problemas internos da cúpula do Partido dos Trabalhadores (PT) em Pernambuco.

O clima de tensão ficou mais evidente, na semana passada, quando o ex-prefeito do Recife, João Paulo, pediu afastamento da legenda.

Segundo Arraes, o imbróglio dentro do partido tem sido criado pela base do Governador Paulo Câmara (PSB) para tentar desestruturar o partido. “Isso faz parte da intriga que o PSB tenta plantar no PT e o PT já está escaldado com esse tipo de expediente e de artimanha de tentarem dividir nosso partido”, disse Marília.

A neta de Miguel Arraes, ainda, analisou o atual cenário eleitoral para o Palácio do Campo das Princesas, além da alta rejeição do governador próximo do período eleitoral. “O PSB está tendo um governo bastante rejeitado, onde quase 70% dos pernambucanos consideram o Governo Paulo Câmara ruim ou péssimo. Isso é muito! Então, a essa altura, as intenções de voto do governador são muito poucas”, apontou.

Sobre a especulação de aliança entre PT e PSB, Arraes afirmou ser uma estratégia de Paulo Câmara para se manter a frente do Governo do Estado.

“Então, eles estão desesperados para levarem a imagem de Lula, que ao contrário do desgoverno deles, tem quase 70% da aprovação dos pernambucanos e das intenções de voto. E, mais 50% dos pernambucanos dizem que votam no candidato ou na candidata de Lula.”, disse Marília Arraes, completando: “Então, é uma popularidade muito grande que está querendo ser aproveitada pelo Governo para tentar manter o seu projeto de poder […] o que eles têm é vontade de continuar com a máquina e com o poder”.

Após o conflito interno, Arraes afirma que o PSB de Paulo Câmara está disposto a fazer de tudo para interromper sua candidatura ao Governo do Estado.  “Estão fazendo de tudo para que o PT não tenha uma candidatura própria, pra que não tenha nossa candidatura, que está crescendo nas pesquisas”, concluiu.

LEIA TAMBÉM 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here