Jovens de baixa renda ganham oportunidade de estudar no exterior

Ingressar em uma universidade conceituada fora do Brasil parece ser um sonho distante para muitos estudantes, principalmente aqueles que possuem baixa renda. Mas, esse caminho poderá se tornar mais real por meio do programa Oportunidade Acadêmicas, oferecido pela rede EducationUSA Brasil. O órgão beneficiará alunos do ensino médio da rede pública e privada interessados em fazer cursos de graduação, mestrado ou doutorado nos Estados Unidos (EUA), mas que não têm condições financeiras para isso.

De acordo com a coordenadora geral no Recife, Danyelle Marina, para participar do programa é necessário que o estudante se inscreva no site educationusa.org.br. Após a seleção, ele receberá acompanhamento de instrutores especializados, materiais de estudo para testes e terá todas as taxas pagas pelo governo americano, além de transporte e acomodação para fazer as provas. “O programa é voltado para estudantes academicamente qualificados, que possuem um dossiê forte, mas que não têm condições de arcar com essas despesas para estudar fora. Tudo isso passará por uma comissão de avaliação. Caso selecionado, as bolsas podem variar de 30% a 100% dependendo da universidade mais adequada para aquele perfil”, explicou.

As informações sobre essa iniciativa e outros programas desenvolvidos pelo órgão do governo americano fazem parte da programação de palestras da feira gratuita “EducationUSA Brasil”. Promovida pelo Consulado Geral dos Estados Unidos no Recife, o evento será realizado no dia 5 de abril, no Radisson Hotel, localizado no bairro de Boa Viagem, Zona Sul da Capital. Na ocasião, serão detalhadas informações sobre os critérios de admissão, custos, opções de financiamento e bolsas de estudos que serão diretamente tratados com os representantes das 4.700 instituições norte-americanas.
“Desde pequeno, sempre me interessei por outras línguas porque queria ser diplomata, mas nunca considerei estudar fora porque minha família não teria condições de bancar. Estudei no Colégio Militar e por meio de uma ex-aluna de lá fiquei sabendo do Programa Oportunidades Acadêmicas, da EducationUSA Brasil e vi que era possível fazer um curso de ensino superior nos Estados Unidos”, comentou Gustavo Arôxa, que se formou em Ciências Políticas pela Vanderbilt University, em Nashville, no Tennesse.

“Muitos estudantes, assim como eu, não sabem que podem ter a oportunidade de estudar fora. Os custos são muito altos. Na universidade que me formei, o investimento é de U$ 73 mil dólares, não teria a menor condição de arcar com esse valor. Vale muito a pena conhecer a feira e os programas que podem dar bolsas de estudos”, incentiva Gustavo, que foi aluno do Colégio Militar, e hoje é trainee da Mercedes Benz em São Paulo. (Folha de PE).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here