Jarbas Vasconcelos afirma que continuará lutando pelo MDB de PE com Raul Henry

Fernando Bezerra e Jarbas Vasconcelos. Foto: Reprodução.

Após perder a liderança do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) para o Senador Fernando Bezerra Coelho, o deputado federal, Jarbas Vasconcelos, emitiu nota afirmando que a batalha continua sendo travada.

Desta vez, o aliado de Paulo Câmara não mirou a metralhadora em Fernando Bezerra mas, sim, no presidente nacional do partido, Romero Jucá (RR).

Nos bastidores, fala-se que o resultado da votação foi comemorado com fogos pelo adversário de Jarbas, o senador Romero Jucá.

Em nota, Jarbas afirma que a dissolução do Diretório Regional do MDB em Pernambuco é um ato “truculento e arbitrário”. Com a decisão, Bezerra Coelho assumiu a presidência de uma comissão provisório por 90 dias, afrente da sigla no estado.

“Não faço parte da Executiva do partido, mas fiz questão de estar ao lado de Raul na reunião de hoje para acompanhar de perto esse ato de truculência e arbitrariedade por parte de Romero Jucá. Isso nunca aconteceu na história do MDB. Esse ato de violência e antidemocrático são as marcas da era Jucá a frente da legenda. Vou junto com Raul continuar brigando e lutando. Eles queriam briga e agora vão ter”, disse o parlamentar, ao blog.

LEIA TAMBÉM 

DISSOLUÇÃO DO MDB 

A Executiva Nacional do MDB reuniu-se na tarde dessa terça-feira (20), em Brasília, e aprovou – por 17 votos favoráveis e seis contrários – a dissolução do diretório regional do partido em Pernambuco. Com isso, a legenda no estado será dirigida por uma comissão provisória, que vigorará por 90 dias, cujo presidente é o senador Fernando Bezerra Coelho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here