Humberto Costa afirma que aliança com PSB é em troca de apoio para Lula em 2018

Senador Humberto Costa (PT) concede entrevista exclusiva.

O Senador Humberto Costa (PT), nessa última semana do ano, esteve visitando lideranças em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, onde voltou a falar sobre as decisões do Partido dos Trabalhadores (PT), para as Eleições de 2018.

O petista comentou, durante entrevista, o alinhamento da legenda a nível nacional e estadual para escolher os nomes que irão disputar a corrida eleitoral. Segundo ele, as decisões partiram da Executiva Nacional.

“O partido tem candidaturas postas dentro do posicionamento da candidatura própria, naturalmente, como foi alinhado em congresso da legenda. A palavra final sobre candidaturas será da Executiva Nacional, visto que nossa prioridade é a candidatura do presidente Lula (…) nossa preocupação maior diante da antecipação do seu julgamento”, disse.

Humberto, ainda, afirmou que os quadros para a corrida estadual sairão entre março e abril, quando deverá ser definida a candidatura de Marília Arraes (PT) ao Governo do Estado.

Em entrevista, o senador, também, alimentou a possibilidade de uma retomada da antiga formação partidária com o PSB, com a Executiva Estadual e Nacional.

“Não iremos retomar a aliança com o senador Armando Monteiro, devido sua reaproximação com antigas lideranças políticas de Pernambuco. No caso do PSB, tivemos embates duros nos últimos anos, além da questão do apoio (do partido) ao impeachment da presidente Dilma, no entanto, voltamos a nos aproximar pela oposição dele ao Governo de Temer e às reformas propostas”, disse Humberto, acrescentando: “Mas, o condicionante principal é o apoio formal ao nome do presidente Lula (nas Eleições de 2018)”.