Homenagens marcam velório do ex-prefeito Geni Pereira

Velório do ex-prefeito Geni Pereira em Serra Talhada. Foto: Robério Sá.

Em clima de despedida, várias homenagens marcam o velório do ex-prefeito de Serra Talhada, Geni Pereira Leite, que faleceu na madrugada desta quinta-feira, dia 1ª, em Arcoverde, no Sertão do Moxotó.

No início da tarde o corpo chegou a Casa de Homenagens Póstumas Bezerra de Melo, onde permanece até às 18h. Em seguida, será transferido para o plenário da Câmara de Vereadores de Serra Talhada, onde será condecorado por políticos e autoridades, assim como, pelo período que legislou em prol da sociedade civil.

Familiares ao lado de Geni Pereira.

Os principais políticos da capital do xaxado fizeram homenagens ao irmão do vereador, Gilson Pereira, entre eles: prefeito Luciano Duque, vice-prefeito Márcio Oliveira e os deputados Augusto César, Rogério Leão e Sebastião Oliveira, além de amigos e familiares de Geni.

As primeiras horas do velório foram marcadas pela visita de amigos e cidadãos que sempre estiveram apoiando a árdua trajetória política do filho da capital do xaxado. Muita comoção, emoção e lembranças rodeavam as conversas e os diálogos no velório. Entre a tristeza, também, houve espaço para alegria e recordações dos eleitores e admiradores.

Comoção no velório de Geni Pereira.

TRAJETÓRIA

Geni Pereira era conhecido pela sua forte popularidade entre os serra-talhadenses, principalmente, nos bairros periféricos e na zona rural. Foi vereador do Distrito de Bernardo Vieira e em 1996 emplacou sua candidatura a prefeito de Serra Talhada, com o apoio e a força política do prefeito Augusto César.

Na época, foi derrotado pelo ex-prefeito Tião Oliveira, no entanto, saiu fortalecido e em 2000, foi eleito prefeito de Serra Talhada ao lado do seu vice-prefeito, o empresário João Duque Filho, o Duquinho.

Um momento histórico daquele ano eleitoral, foi a carreta na Avenida Afonso Magalhães, onde uma multidão de eleitores das mais diversas classes vivenciavam o processo político e democrático.

Aos 56 anos, parte para o outro lado da vida, mas deixa todo um legado histórico e político engrenhado na vida do povo serra-talhadense.

LEIA TAMBÉM 

As imagens são do Fotojornalista Robério Sá.

Este slideshow necessita de JavaScript.

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.