‘Eu queria estar jogando em outra posição’, diz FBC a Armando Monteiro

Fernando Bezerra e Armando Monteiro.

Cotado para concorrer ao governo do Estado até perder força com a briga judicial pelo MDB, o senador Fernando Bezerra Coelho admitiu que gostaria de estar em uma outra posição na corrida eleitoral de outubro. No anúncio do grupo “Pernambuco vai mudar” oficializou a pré-candidatura do também senador Armando Monteiro Neto (PTB) ao Palácio do Campo das Princesas pela frente e do deputado Mendonça Filho (DEM) ao Senado.

“Você sabe, Armando, que eu queria estar jogando em outra posição”, afirmou o senador ao aliado petebista. Apesar disso, o emedebista, que tem mais quatro anos de mandato como senador, disse que o sentimento é que como a sua eleição e ressaltou que Armando é o mais preparado dos integrantes da oposição e que não é uma liderança forçada, em uma crítica ao governador Paulo Câmara (PSB).

O senador chegou a ser um dos principais cotados para o governo. No entanto, a insegurança jurídica provocada pela briga que ainda se arrasta pelo comando do MDB o afastou da posição. Hoje, atua como um dos principais articuladores políticos da chapa. FBC entrou no partido que há décadas está com o grupo de Jarbas Vasconcelos para tentar tirá-lo da base de apoio a Paulo Câmara, mas, na Justiça, o atual presidente, o vice-governador Raul Henry, conseguiu se manter no cargo. Sem conseguir, manter o MDB, o filho dele, o deputado federal Fernando Filho, entrou no DEM.

FBC não poupou críticas ao governador, que já foi seu aliado e companheiro de chapa nas eleições de 2014, e afirmou que na gestão do socialista “Pernambuco se apequenou”. Ao se dirigir a sua fala a Armando, disse que o aliado “vai ter que falar a verdade e não prometer nada além de trabalho, suor e lágrimas”. (Blog de Jamildo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here