Em Serra Talhada, audiência pública cobra credenciamento de clínica de oncologia ao Governo Paulo Câmara

Audiência Pública em Serra Talhada. Foto: Divulgação.

Nessa segunda-feira, dia 26, uma Audiência Pública foi realizada no plenário da Câmara de Vereadores de Serra Talhada para tratar da liberação e habilitação dos serviços do Centro de Oncologia para os pacientes do Vale do Pajeú, através do credenciamento no Sistema Único de Saúde (SUS).

A clínica que funciona no Hospital São Francisco, tenta, há cerca de dois anos, receber uma autorização do Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Saúde, para conseguir um credenciamento e dar início ao atendimento dos pacientes da rede pública de saúde, que necessitam de tratamento oncológico clínico.

Para pleitear pela habilitação dos serviços, compareceram à Casa Legislativa o Prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT); Deputado Estadual, Augusto César (PTB); Deputado Estadual, Rodrigo Novaes (PSD); Gerente de Programação de Serviços da SES, Dalvani Souza, além de servidores públicos, vereadores e membros do movimento “Oncologia Já”.

No plenário da Casa das Leis, as cobranças e reivindicações aumentaram contra o Governo de Pernambuco, que há meses tenta ludibriar os cidadãos serra-talhadenses, com explicações frágeis e desencontradas, para não autorizar o credenciamento da Clínica de Oncologia da Capital do Xaxado.

LEIA TAMBÉM

A representante da Secretaria de Saúde, Dalvani Souza, foi questionada sobre os motivos que estariam impedimento o credenciamento da clínica, durante entrevista ao radialista da Rádio Cultura FM, Tony Alencar.

“Ele (credenciamento) é feito pelo Ministério da Saúde e o estabelecimento deve obedecer aos critérios de habilitação. Na verdade, não existe nenhum documento apresentado por esta clínica para essa habilitação. Porém, critérios não foram atendidos por esta unidade, que ainda não apresenta as condições totais para ser habilitada”, disse a Gerente do Serviço de Saúde.

Audiência Pública em Serra Talhada.

Entretanto, o vice-líder do Governo Paulo Câmara na Assembleia Legislativa, o deputado Rodrigo Novaes, confrontou a afirmativa da representa da Secretaria de Saúde.

“O que a gente vê, por hora, é que, na verdade, está exigindo de Serra Talhada alguns requisitos que não foram exigidos em Arcoverde e Garanhuns”, rebateu.

Rodrigo Novaes, também, pediu sensibilidade ao Secretário de Saúde, José Iran Costa, que consegue manter em funcionamento clínicas de oncologia em Garanhuns e Arcoverde, mesmo quando o Ministério da Saúde determinou o fechamento.

Por fim, ele destacou a importância do funcionamento da clínica para os pacientes portadores do câncer. “Como líder do governo, não me faz deixar de enxergar o que é verdadeiro, não vai beneficiar só Serra Talhada e é importante que isso aconteça”, afirmou o parlamentar.

Na luta contra a leucemia, jovem resgata “solidariedade social”, emociona vereadores e reivindica Centro de Oncologia em ST

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here