Em jogo no Sertão do Pajeú, Santa Cruz segura o Afogados e vence a segunda partida

Essa foi a segunda vitória do Santa Cruz sob o comando do técnico Júnior Rocha na temporada.

Não foi uma vitória fácil. Depois de fazer um bom primeiro tempo, o Santa Cruz suportou a pressão do Afogados na segunda parte do jogo para conseguir a segunda vitória na temporada 2018. A Cobra Coral venceu por 1×0 o time do Sertão do Pajeú, nesta quarta-feira, no estádio Vianão, pela sexta rodada do Estadual. O gol foi marcado pelo zagueiro Augusto Silva. Esses foram os primeiros três pontos do time tricolor na competição.

Com o resultado, o Santa Cruz pulou para quinto lugar e tem seis pontos. No total, o time tricolor sob o comando do técnico Júnior Rocha acumula duas vitórias, quatro empates e duas derrotas neste ano. O próximo jogo está marcado para este sábado contra o Náutico, no estádio no Arruda, pelo Pernambucano.

O JOGO

A partida entre Afogados e Santa Cruz começou equilibrada. As dimensões do campo proporcionaram um jogo mais rápido entre ataque e defesa. Tanto os mandantes como os visitantes não conseguiram trabalhar a bola e forçaram os passes longos e as jogadas aéreas. A marcação da equipe coral continuou baixa, esperando os donos da casa, e apostando nos erros do adversário. Os sertanejos tentavam tomar a iniciativa, mas sem objetividade.

E foi na bola parada que o Santa Cruz obteve sucesso. Aos 35 minutos, Ávila cobrou o escanteio na cabeça do zagueiro Augusto Silva, que subiu mais alto que a defesa e testou para o fundo da rede. O Afogados sentiu o gol e o futebol coral cresceu no fim do primeiro tempo. Os comandados do técnico Júnior Rocha conseguiram trabalhar a bola e fazer triangulações em velocidade pelas laterais.

Mesmo tendo criado oportunidades, até um gol anulado, o Afogados teve mais presença ofensiva no começo do segundo tempo. O técnico Pedro Manta colocou mais um atacante e começou a pressionar o Santa Cruz explorando as bolas alçadas na área e os arremates de fora da grande área. Para o Tricolor do Arruda, os espaços ficaram maiores na defesa sertaneja, mas os jogadores se precipitavam na transição da defesa para o ataque.

Sem muitas opções no banco Júnior Rocha tentou fazer com que o Santa Cruz reagisse no segundo tempo. O Afogados pressionou a Cobra Coral durante todo a etapa final e o goleiro Ricardo Ernesto teve bastante trabalho. Os mandantes tentavam de todas as maneiras, mas não teve jeito mesmo mostrando muita ousadia diante do time da capital. Mérito também do Tricolor do Arruda que segurou os sertanejos. Porém, não soube aproveitar os espaços para vencer de forma tranquila.

FICHA DE JOGO – AFOGADOS X SANTA CRUZ

Afogados – Evandrizio; Thyego (Rosivaldo), Oséas, Algodão e Thalison; Madson, Roger, Douglas (Lenílson) e Tarcísio; Willian (Hugo) e Etinho. Técnico: Pedro Manta.

Santa Cruz – Ricardo Ernesto; João Ananias, Augusto Silva, Genílson e Ávila; Jorginho (Ilaílson), Luiz Otávio, Augusto e Robinho; Arthur Rezende (Héricles) e Vinícius (Renato Silveira). Técnico: Júnior Rocha.

Local: estádio Vianão, em Afogados da Ingazeira-PE. Árbitro: Pericles Bassols. Assistentes: Ricardo Chianca e Bruno Cesar Chaves Vieira. Cartões amarelos: Algodão (Afogados). Jorginho (Santa Cruz). Gol: Augusto Silva aos 35′ do 1ºT. Público: 2.066 torcedores. Renda: R$ 43.065,00