Deputados repercutem enchente de “Bodocó” na Alepe

A enchente ocorrida na última sexta-feira (13) no município de Bodocó, no Sertão do Araripe, repercutiu, nesta segunda (16), na Reunião Plenária. Em pronunciamentos, os deputados Socorro Pimentel (PTB) e Rodrigo Novaes (PSD) debateram os efeitos da inundação e as providências adotadas pelo Poder Público desde então. Conforme destacado pelos parlamentares, as fortes chuvas fizeram rios transbordarem, deixando mais de 700 pessoas desabrigadas e cerca de 170 desalojadas.

As cheias também provocaram a destruição de prédios comerciais e a inutilização de mercadorias. Além disso, derrubaram parte da ponte do Riacho do Pequi sobre a PE-545, que liga Ouricuri a Bodocó. A Prefeitura decretou estado de emergência por 180 dias.

Socorro Pimentel criticou a ausência do governador Paulo Câmara no município. “Fica registrado, em nome da população, o nosso chamado para que ele vá testemunhar a tristeza que acometeu os bodocoenses. E que implante medidas efetivas que supram aquela população ou, pelo menos, preste solidariedade aos que foram atingidos”, expressou. A deputada frisou que, atualmente, só é possível chegar a Bodocó pelo município de Exu, utilizando “uma rodovia que se encontra em estado muito precário”. “A prefeitura já estimou um prejuízo médio de R$ 2 milhões, resultante da destruição das estradas da zona rural, área mais extensa do município”, emendou.

Vice-líder do Governo, Novaes afirmou que o Poder Executivo buscou, de imediato, mapear os prejuízos e fazer os encaminhamentos necessários. “O governo ordenou a ida da Codecipe (Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco) para o local e, neste instante, está sendo feito o laudo sobre a ponte de acesso à BR-122 para que o Ministério da Integração libere os recursos para reconstrução”, disse. O parlamentar solicitou, também, ao Governo do Estado, a concessão de auxílio-moradia para as famílias desalojadas e desabrigadas e requereu à Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) a troca dos eletrodomésticos avariados. Ramos ainda pediu à Mesa Diretora da Alepe a realização de uma campanha para arrecadar doações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here