Danilo Cabral diz que encontro de Paulo Câmara com João Paulo criou “clima mais amigável” entre PSB e PT

Encontro de Paulo Câmara, João Paulo e Danilo Cabral em Bezerros.

O Deputado Federal, Danilo Cabral (PSB), comentou nessa quinta-feira, dia 15, o almoço do Governador Paulo Câmara (PSB) e do ex-prefeito do Recife, João Paulo (PT), em Bezerros, no final da semana passada, como encontro de “clima amigável”.

Falando a uma emissora de rádio do Recife, Danilo Cabral contou sobre os bastidores do encontro das forças políticas pernambucanas no gabinete do prefeito Branquinho (PSB), durante o Carnaval dos Papangus 2018.

“O senador Fernando Bezerra Coelho sequer cumprimentou o governador Paulo Câmara. Enfim, o Deputado Bruno Araújo cumprimentou o governador, o ministro Fernando Filho. No entanto, Fernando Bezerra decidiu não cumprimentar […] foi um ato meio deselegante”, disse.

Após a saída dos membros da oposição, Danilo Cabral, que marcou presença no Carnaval de Bezerros contou detalhes do convite. “A oposição saiu e ele (Paulo Câmara) e o prefeito (Branquinho) convidaram João Paulo para almoçar, criando esse clima mais amigável”.

Danilo Cabral e Paulo Câmara em Bezerros.

ALIANÇA PT E PSB

O aliado de Paulo Câmara, ainda, foi questionado sobre a construção de uma união política entre PSB e PT para as eleições deste ano, tendo em vista o encontro que está sendo identificado no meio político como “simbólico” e de “chapa pronta”.

“Então, nós nos aproximamos do PT, mas também se aproximamos do PDT, do PC do B, da Rede, do PSOL e de outros partidos que militam historicamente neste campo […] essa aproximação ocorreu, sobretudo, pela convergência plena do enfrentamento ao Governo Temer. Aqui, no Estado o PT como outros partidos tem esse enfrentamento”, pontuou.

LEIA TAMBÉM