Contratados da Educação de Petrolina protestam contra Governo Miguel Coelho, nesta sexta-feira

Contratados da educação protestaram contra demissão em massa do Governo Novo Tempo. Foto: Ricardo Banana.

Nesta sexta-feira, dia 8, um grupo de educadores da Rede Municipal de Educação (RME) protestaram em frente ao Centro Administrativo de Petrolina, motivados pela informação de que o prefeito Miguel Coelho (PSB) realizará “demissão em massa” dos servidores contratos temporariamente, a partir deste mês de dezembro.

De acordo com os educadores, atualmente, a lista de contratados consta com mais de 600 profissionais. As reivindicações dos profissionais foram repassadas para os vereadores Aero Cruz (PSB), Gabriel Menezes (PSL), Cristina Costa (PT) e Gaturiano Cigano (PRP).

Os organizadores do ato, ainda, relataram que a secretária de educação, Maéve Melo, teria permutado com os profissionais, caso o Governo Miguel Coelho batesse bons resultados na área de ensino, a renovação dos contratos.

Durante o protesto, o vereador do Governo Novo Tempo, Aero Cruz, propôs a formação de um grupo de quatro professores para discutir o assunto diretamente com a gestora da pasta de educação.

Vereadores acompanharam o protesto realizado em frente da Prefeitura de Petrolina.

“Estamos formando uma comissão com alguns integrantes da manifestação para conversar com a secretária de educação, Maéve Melo, onde pediremos esclarecimentos sobre o assunto”, disse o parlamentar.

Na ocasião, a presidente da Comissão de Educação da Casa Plínio Amorim, vereadora Cristina Costa (PT), recebeu cópias de contratos dos servidores que vencem em 2018, além de um áudio que alardeia sobre a demissão em massa, que seria provocada pelo prefeito Miguel Coelho, entre dezembro e janeiro. Segundo ela, serão solicitadas maiores informações a Secretaria Municipal de Educação para que possam ser tomadas as providências.

O Blog do Robério Sá tentou entrar em contato com a assessoria de comunicação do Prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, no entanto, não obteve êxito.

2 COMENTÁRIOS

Comments are closed.