Coluna Pega-Fogo: Hegemonia do PSB à frente de Pernambuco mostra seus retrocessos

Eduardo Campos e Paulo Câmara, ambos do PSB de Pernambuco.

Coluna Pega-Fogo – 14 de abril de 2018

Hegemonia do PSB à frente de Pernambuco mostra seus retrocessos

Há quase doze anos no poder, os governos do PSB mostram a verdadeira faceta do desenvolvimento que Pernambuco alcançou. Nos últimos anos, o estado avançou e cresceu, mas não foi graças aos dois mandatos do ex-governador Eduardo Campos e nem muito menos desse de Paulo Câmara, a verdade é que, durante esse período, o Governo Federal era comandado pelo Partido dos Trabalhadores – através de Lula e Dilma – que injetaram recursos e criaram programas sociais que alavancaram o estado.

Depois do impeachment da ex-presidente Dilma, Pernambuco parou no tempo, e pior, agora tem o legado do seu maior líder (Eduardo Campos) – dos últimos anos – jogado nas folhas judicias, onde se confirma que as obras licitadas pelo Governo de Pernambuco possuíam superfaturamento de 20%, que era repassado ao PSB para financiar campanha. Afinal, na gestão de Paulo Câmara é diferente?

De acordo com a “Operação Torrentes” a situação continua a mesma. Os desvios acontecem, e diferente da prisão de Lula, encabeçada por “Sérgio Moro”, que se resume ao “facismo judiciário”, o Governo de Pernambuco tem sido lastimado com denúncias e delações que envolvem os membros da alta cúpula do PSB em Pernambuco.

Eles acontecem com menos “espetacularização” do que quando é contra Lula ou PT, mas ocorrem e deixam o sentimento para o povo pernambucano que, nos últimos doze anos, o Palácio do Campo das Princesas – representa o símbolo do poder político – pode ter perdido a sua luz, enquanto a nuvem negra da corrupção lhe ultrajante assim como acontece em Brasília.

A hegemonia do PSB, assim como a do PT não trouxeram apenas frutos bons para a sociedade. Muito embora os dois partidos defendam os seus legados. Entretanto, ultimamente, já não se sabe quem governa ou é governador no estado, até porque com essas denúncias, parece mais que o setor privado governa Pernambuco e o Brasil.

Para defender essa tese, o Diário Oficial, recentemente, apresentou que uma empresa ganhou uma licitação de R$ 3 milhões

para construir um acesso, e beneficiar explicitamente a indústria da Fiat, em Goiana.

Não é preciso ser oposição ao Governo Paulo Câmara, ou a qualquer outra gestão desses país, para perceber que o domínio privado impera sobre o interesse público, e que o “Estado” tem se tornado apenas um instrumento do capitalismo, assim como no surgimento da Classe Burguesa.

A DENÚNCIA – Em depoimento ao Ministério Público Federal (MPF), o empresário João Carlos Lyra informou que repassou recursos desviados de licitações e contratos superfaturados para o ex-governador Eduardo Campos, através de acordos com o ex-presidente da Companhia Pernambucana de Gás (Copergás), Aldo Guedes.

Os deputados de oposição ao Governador Paulo Câmara cobraram posicionamento do Palácio do Campo das Princesas e do PSB sobre a delação, onde se relata o superfaturamento de 20% em contratos da empresa de “Aldo Guedes” nas obras da Arena Pernambuco, PE-060, Pier Petroleiro, Orla de Jaboatão dos Guararapes, Canal do Sertão, BR-101 e Transposição do São Francisco.

APAGAR DAS LUZES– No último dia do “pula-pula partidário” dois políticos da Região de Araripe escolheram os seus destinos para as eleições deste ano. Ontem os pré-candidatos a deputado estaduais Aluízio Coelho e Roberta Arraes, escolheram suas novas legendas.

Roberta Arraes tentará renovar o mandato pelo PP de Eduardo da Fonte, que tem uma chapinha atrativa para a corrida eleitoral. Já Aluísio preferiu se encostar ao lado de André Ferreira e Guilherme Uchoa no PSC. Sendo assim, ambos estão na base de Paulo Câmara.

PASTA ESBURACADA – O deputado federal Sebastião Oliveira (PR) deixou a Secretaria Estadual de Transportes, no entanto, esqueceu-se de tapar os buracos da rodovia PE-160, no trecho de Santa Cruz do Capibaribe, prejudicando o maior polo de confecções do estado.

Na alta temporada, mais de 100 mil pessoas transitam pela “Capital da Moda”, entretanto, com a buraqueira que está por lá, os empresários temem que a principal rota da cidade prejudique o acesso à Moda Center Santa Cruz, afetando, diretamente, o comércio e os negócios. Bronca!

Rodovia PE-160 em Santa Cruz do Capibaribe.

TIRO PELA CULATRA – O ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio, enquadrou o radialista da Grande Rio AM, Chico José, durante entrevista, onde foi questionado se seu governo abriu alguma unidade educacional do “Nova Semente” sem alunos.

Lóssio foi voraz e respondeu na lata: “Me respeite Chico, porque eu lhe respeito. Para abrir uma Nova Semente, só era aprovada se tivesse o número mínimo de 60 crianças, primeiro. Você entrevista pessoas aqui e não faz questionamentos desse tipo, como alguns investigados na Lava Jato”.

PERGUNTA DE FOGO –  Quando será anunciado os nomes da chapa de Marília Arraes?

Coluna Pega-Fogo: De olho na reeleição, políticos começam peregrinação eleitoreira pelo Sertão de PE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here