Coluna Pega-Fogo: Caciques do PT “batem cabeça” enquanto candidatura de Marília Arraes avança

Marília Arraes, Odacy Amorim, Humberto Costa e João Paulo. Foto: Reprodução.

Coluna Pega-Fogo – 19 de março de 2018 

Caciques do PT “batem cabeça” enquanto candidatura de Marília Arraes avança

O cenário formado dentro da cúpula do Partido dos Trabalhadores (PT) de Pernambuco,  nas últimas semanas, se tornou favorável para consolidação da candidatura de Marília Arraes ao Governo do Estado.

Do dia 9 de março até agora, a candidatura própria da legenda no estado parece ser “prego batido e ponta virada”, principalmente, pelo desequilíbrio político do ex-prefeito do Recife, João Paulo; deputado estadual e pré-candidato a governador, Odacy Amorim e do senador Humberto Costa, além do vice-presidente do partido, Oscar Barreto, que se manifestou sobre os bastidores da legenda na semana passada.

Após a cúpula do PT se reunir com o ex-presidente, Luís Inácio Lula da Silva, em São Paulo, o partido ganhou a consonância de que em Pernambuco a candidatura de “Marília Arraes” tem tudo para receber apoio da Executiva Nacional. No encontro, Lula incentivou Arraes a continuar andando pelo estado e angariando apoios para as eleições deste ano.

Os grandes caciques da legenda continuam “batendo cabeça”, enquanto a candidatura de Marília Arraes ganha popularidade e aceitação nos diversos setores da sociedade pernambucana. Por incrível que pareça, o legado de Miguel Arraes tem sido forte o suficiente para criar um imbróglio na mais alta autarquia do PT de Pernambuco.

Na semana passada, João Paulo pediu afastamento da sigla por motivo, ainda, desconhecido. Entretanto, nos bastidores, fala-se que foi pra fragilizar a candidatura da sua companheira de partido. Fato curioso, tendo em vista que, na Eleição de 2016, Arraes apoiou o projeto de João Paulo para a Prefeitura do Recife.

Recentemente, Odacy Amorim questionou o resultado de pesquisas eleitorais registradas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), onde seu nome não é citado. Sua manifestação ocorreu logo após emitir uma nota à imprensa, afirmando que Lula pediu para ele percorrer o estado ao lado de Marília Arraes. Em seu pronunciamento, Amorim deu a entender que existe um movimento para prejudicar seu projeto político e atirou “fogo-amigo” na sua companheira de legenda, que é a mais beneficiada com a divulgação dos números eleitorais.

Nos bastidores, petistas confirmam que o Senador Humberto Costa continua sem rumo para as eleições. Diante da confusão dentro do partido com relação à candidatura própria ou a possibilidade de aliança com o PSB do Governador Paulo Câmara, o petista ainda não sabe se disputará a reeleição ao Senado Federal ou tentará uma cadeira na Câmara dos Deputados.

Humberto Costa foi um dos que incentivou a candidatura de Marília Arraes no ano passado. Segundo fontes ligadas ao senador, era para poder abrir um canal de diálogo do PT com o PSB. No entanto, Arraes ganhou ascensão política e até agora nem o senador e nem os caciques conseguiram rifar sua candidatura.

Diante de tantas adversidades, a neta de Miguel Arraes avança com a candidatura própria ao Palácio do Campo das Princesas e, diferente do que muitos imaginavam, ela continua ganhando apoio popular e de lideranças no interior do estado. Em uma matemática rápida, a fraqueza dos caciques e o pedido de afastamento de João Paulo só fortaleceu o projeto Arraes, nesses últimos dias.

Entretanto, alguns contestam que haja fortalecimento da petista sem o apoio dessa ala da legenda, contudo, o crescimento eleitoral parece continuar ocorrendo de forma espontânea e com o resgate da memória do ex-governador Miguel Arraes.

SERRA TALHADA – O Secretário Estadual de Transportes, Sebastião Oliveira, continua inoperante, enquanto cidadãos são ceifados no trânsito da rodovia BR-232, em Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco.

Na capital do xaxado, a falta de uma passarela, próximo a Faculdade de Integração do Sertão (FIS), tem provocado vários acidentes com vítimas fatais, a maioria por atropelamento. A última vítima foi a estudante do curso de Licenciatura em Física do IF-Sertão, Maria Alexandra Ferreira dos Santos, 18 anos, no último sábado (17).

ELEIÇÕES – O Senador Humberto Costa (PT) se reuniu na manhã do último sábado, dia 17, na sede do Sindicado dos Trabalhadores Rurais de Petrolândia, no Sertão do São Francisco.

Na ocasião, o petista falou sobre a resistência da legenda para garantir a candidatura de Lula, além de analisar o cenário político estadual e nacional. “É mais uma etapa do golpe dado em 2016, quando a presidente Dilma foi retirada do poder. Agora, eles querem impedir que Lula seja candidato porque sabem que vão perder numa eleição democrática”, disse o senador. O  líder da oposição no Senado, ainda, passou por Santa Cruz do Capibaribe, Belém do São Francisco e Angelim.

SETOR EMPRESARIAL – Enquanto os trabalhadores e classe média aguardam, com ansiedade, a saída do Ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, a classe empresarial teme sua saída para concorrer à eleição.

O cidadão teme um aumento de 20% na conta de luz, mesmo em um ano de baixa inflação, segundo estimativa da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Por outro lado, os empresários temem que as privatizações acabem com a saída de Fernando Filho em abril para concorrer à reeleição para deputado federal. Enquanto isso, o consumidor paga a conta.

PARTIDO – Na última sexta-feira, dia 16, o Partido Progressista (PP), liderado pelo Deputado Federal Eduardo da Fonte, ganhou reforço com Dr. Aluízio Coelho assumindo uma cadeira na Executiva Estadual da legenda.

Dr. Aluízio Coelho é pré-candidato a deputado estadual e possui forte influência política na Região do Araripe. Em 2016, disputou a eleição municipal para prefeito de Araripina, ficando em segundo lugar e, obtendo 14 mil votos. Ele é uma das apostas do PP para assumir uma cadeira na Casa Joaquim Nabuco.

PERGUNTA DE FOGO – Quando acabará o furdunço na cúpula do PT de Pernambuco?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here