Coluna Pega-Fogo: Paulo Câmara desconstrói legado de Arraes e Eduardo Campos

Advogado Antônio Campos, irmão de Eduardo Campos. Foto: Robério Sá.

Paulo Câmara desconstrói legado de Arraes e Eduardo Campos

No final de semana, ficou expresso através da fala do irmão do ex-governador Eduardo Campos, o advogado Antônio Campos (Podemos), que os “Campos e Arraes” estão insatisfeitos com a governabilidade de Paulo Câmara (PSB).

Durante o “Pernambuco Quer Mudar”, em Caruaru, Campos expôs os bastidores da sua família para cinco mil pessoas que participaram do ato político.

“Pernambuco precisa mudar. O governo que temos aí não é o Governo de continuidade de Eduardo Campos, nem na política e nem na gestão, está destruindo o legado de Eduardo Campos”.

Na sua fala, Antônio Campos, também, pontuou sobre o desmonte do programa de segurança pública criado no Governo de Eduardo Campos, que serviu de referência para todo o país.

Antônio Campos destaca descontinuidade do legado de Eduardo Campos.

“Destruiu o Pacto Pela Vida quando descuidou logo no início do governo […] E hoje, temos uma grave crise na segurança pública em Pernambuco. Descuidou do déficit fiscal. E, Pernambuco está mergulhado em uma crise fiscal, tivemos o pior desempenho fiscal dos estados do Nordeste em 2017”, disse Campos, acrescentando:

“Se não fosse isso, Pernambuco é campeão de desemprego. Como considerar um governo como este a continuidade do legado de Eduardo Campos? Não é chancela de herdeiro, escolhido por beneficiário, que vai dar o condão desse governo ser a continuidade de que não é, nem na história de Arraes e nem na de Eduardo Campos”.

O CANDIDATO – O candidato da frente de oposição será o senador Armando Monteiro (PTB). Como tinha sido adiantado pelo blog, a oposição decidiu lançar uma candidatura consensual para fortalecer o palanque, que tentará derrotar o governador Paulo Câmara nas eleições deste ano.

Se Monteiro não aceitar o desafio, a candidatura fica para o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) que, ainda, teria mais quatro anos no Senado Federal, caso não conseguisse vencer o candidato da Frente Popular.

Senador Fernando Bezerra Coelho.

PALANQUE – Na Arena Caruaru, Fernando Bezerra anunciou que, esta semana, o Movimento Democrático Brasileiro (MDB) embarcará de vez na Frente de Oposição. Segundo o senador, o imbróglio com o vice-governador, Raul Henry, pela presidência da legenda, em Pernambuco, terminará.

DESCONTENTE – O ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes (PSDB), expôs seu descontentamento com a formação do palanque principal da oposição para as eleições.

Durante o “Pernambuco Quer Mudar”, pontuou que as decisões e escolhas estão sendo feitas entre os senadores Armando Monteiro e Fernando Bezerra. No ano passado, Elias se colocou como pré-candidato ao Palácio do Campo das Princesas, no entanto, seu nome não decolou.

REELEIÇÃO – O Deputado Federal, Betinho Gomes (PSDB), vive um momento complicado dentro da sua legenda, onde a cada dia tem perdido espaço político para o deputado e presidente do partido, Bruno Araújo (PSDB).

Eleito com 97.2 mil votos na eleição passada, Betinho pode não conseguir se eleger, após a chegada de Anderson Ferreira (PR) a Prefeitura de Jaboatão e Lula Cabral a Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, ambos, opositores do tucano e de seu pai, o ex-prefeito Elias Gomes (PSDB).

PERGUNTA DE FOGO – A oposição permanecerá unida após a oficialização do candidato?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here