Coluna Pega-Fogo: A interdependência de Paulo Câmara e Humberto Costa para reeleição

Humberto Costa quer que PT se una ao PSB de Paulo Câmara em Pernambuco.

Coluna Pega-Fogo – 12 de julho de 2018

A interdependência de Paulo Câmara e Humberto Costa para reeleição

O desenho das eleições deste ano em Pernambuco já traça uma interdependência entre o Governador Paulo Câmara (PSB) e o Senador Humberto Costa (PT); caso ambos queiram se reeleger.

A Frente Popular, capitaneada pelo socialista, acumula alguns problemas que afetam, diretamente, as hastes do PSB firmadas no Palácio do Campo das Princesas – firmamento esse que perdura há quase doze anos.

Paulo Câmara necessita de Humberto Costa na sua coligação para rifar sua rival, a vereadora do Recife e pré-candidata a governadora, Marília Arraes (PT), além disso, parece que o peso do PT pode dobrar e se supervalorizar, se o senador Fernando Bezerra Coelho conseguir assumir a presidência do MDB de Pernambuco, o que reduziria o guia eleitoral do sucessor do ex-governador Eduardo Campos e fortaleceria a coligação “Pernambuco vai Mudar”.

Por outro lado, HC também depende dessa aliança entre PT e PSB para garantir sua permanência no Senado Federal, além de renovar sua força diante da cúpula petista a nível estadual e nacional.

Essa interdependência entre HC e PC pode sacramentar a possibilidade de candidatura própria de Marília Arraes, mesmo se o PSB anunciar um eventual apoio à candidatura presidenciável de Ciro Gomes (PDT).

Para garantir essa aliança política, o governador deixou uma vaga para o Senado Federal disponível, a fim de conseguir firmar uma aliança com o PT e, eventualmente, com Humberto Costa.

ORDEM – O senador e pré-candidato a governador, Armando Monteiro (PTB), se declarou líder-mor da frente de oposição, após as negociatas do deputado estadual e presidente do PSC, André Ferreira e o deputado federal, Bruno Araújo (PSDB), terem vazado na imprensa estadual.

Entretanto, Monteiro afirmou que a última palavra sobre a definição da chapa principal e dos candidatos é sua. Nos bastidores, comenta-se que a oposição dá sinais de implosão.

ALIANÇA – No início desta semana, a senadora e presidente do PT, Gleisi Hoffmann, se reuniu com o presidente do PSB, Carlos Siqueira, para tratar de aliança e coligação para as eleições.

O fechamento da aliança pode ocorrer nesta quinta-feira, dia 12, em reunião no Palácio do Campo das Princesas, entre Paulo Câmara e Hoffmann. Também, participarão da reunião o deputado federal, Paulo Teixeira (PT-SP) e vice-presidente do PT, Márcio Macedo.

ALIANÇA 2 – Se a aliança for fechada com Paulo Câmara, a Executiva Nacional do PT deve iniciar o processo de apaziguamento entre os membros da cúpula petista em Pernambuco, assim como frear a candidatura de Marília Arraes. O curioso é que Hoffmann se reuniu ontem com a militância petista e com a neta de Miguel Arraes.

SERTÃO – O deputado federal Sebastião Oliveira (PR), está com grande prestígio no Governo Federal e, inclusive, com moral. Nesta quinta-feira, dia 12, receberá o Ministro dos Transportes, Valter Casimiro, na escala Recife/Serra Talhada para voo experimental da empresa Azul Linhas Aéreas (no Aeroporto Santa Magalhães).

PERGUNTA DE FOGO – A aliança entre PT e PSB será fechada?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here