Coluna Pega-Fogo: Pregando aliança com o PSB, Humberto Costa poderá perder apoio da militância do PT para as eleições

Humberto Costa quer que o PT se una ao PSB de Paulo Câmara em Pernambuco.

Coluna Pega-Fogo – 25 de abril de 2018 

Ofuscado e pregando aliança com o PSB, Humberto Costa poderá perder apoio da militância do PT para as eleições

O senador Humberto Costa (PT) que ora defende a candidatura própria outrora prega uma aliança do PT com PSB para a corrida eleitoral em Pernambuco, continua sendo ofuscado pela candidatura da vereadora do Recife, Marília Arraes, ao Palácio do Campo das Princesas.

Atualmente, o petista corre o risco de ficar sem mandato se disputar a reeleição para senador, por outro lado, pregando a aliança com o PSB, que é qualificada como “anti-militância” passou a perder o apoio de parte da legenda que, praticamente, está fechada com Marília Arraes para disputar a majoritária.

Em uma situação delicada, após o desembarque do ex-prefeito do Recife, João Paulo, da legenda, Humberto Costa sente o impacto do isolamento dentro da cúpula do PT.

No cenário interno, a maior proximidade do senador é com o presidente estadual da sigla, Bruno Ribeiro. Antes, era com o próprio ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, no entanto, com a prisão do líder-mor o isolamento cresceu.

Indefinido, Humberto Costa poderá perder o protagonismo na chapa do Partido dos Trabalhadores (PT) para o deputado federal Silvio Costa (Avante), que deverá disputar o Senado Federal pela chapa de Arraes.

Em Serra Talhada, onde possui o apoio do prefeito Luciano Duque (PT), a relação ficou estremecida, após entrevista em uma emissora de rádio, desqualificando o projeto de Marília Arraes e apontando aliança como alternativa.

Nos bastidores, fala-se que as ações de Humberto Costa são para manter o protagonismo à frente da legenda em Pernambuco, apesar de que, ultimamente, anda ofuscado com ascensão da neta de Miguel Arraes na capital e no interior.

Sem uma posição política e eleitoral defina, o senador corre o risco de ficar sem mandato e sem o apoio da militância petista.

CAMINHO NATURAL – Tudo indica, que o deputado estadual Odacy Amorim (PT), deverá disputar a reeleição para a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), diante do cenário eleitoral que se desenha internamente na legenda.

A outra opção de Amorim é concorrer a uma vaga na Câmara dos Deputados, no entanto, o cenário é de congestão em Petrolina, tendo em vista que já existem as candidaturas de Gonzaga Patriota, Fernando Filho, Guilherme Coelho, Adalberto Cavalcanti, entre outros. Considerando o cenário eleitoral, Odacy deverá fazer dobradinha com Fernando Monteiro (PP), que disputa uma cadeira para deputado federal.

APAGADO – O projeto do Senador Fernando Bezerra Coelho de disputar para o Governo de Pernambuco, anda apagado desde que perdeu a presidência do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) para o vice-governador, Raul Henry e o deputado federal, Jarbas Vasconcelos.

Com o imbróglio, a candidatura de Bezerra Coelho tem se mantido inviável diante das lideranças. No entanto, nos bastidores da oposição, comenta-se que a candidatura do emedebista é apenas para preencher uma lacuna, já que seu nome não ultrapassa os 10% em pesquisas eleitorais para o Palácio.

CENÁRIO – O deputado estadual, Joel da Harpa (Podemos) precisa ampliar o número de votos para se reeleger nas eleições deste ano. Em 2014, o candidato obteve menos de 20 mil pelo PROS e só alcançou uma vaga, devido a média eleitoral.

Outro que também terá que ampliar sua votação será o deputado estadual Augusto César (PTB), que, possivelmente, disputará no chapão da coligação “Pernambuco Quer Mudar”, e precisará de mais de 42 mil votos para se reeleger. Na última eleição, obteve mais de 37 mil.

NA MIRA – A Polícia Federal apreendeu cerca de R$ 200 mil na residência do presidente nacional do Partido Progressista (PP), o senador Ciro Nogueira. A informação sobre a apreensão de valores foi confirmada pelo advogado do senador, o criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay. Nogueira teve o gabinete no Senado Federal e a residência em Teresina (PI) alvos de busca e apreensão da PF, nessa terça-feira, 24.

PERGUNTA DE FOGO – PP pode perder expressividade eleitoral em Pernambuco, após Lava Jato mirar em Eduardo da Fonte?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here