Ao se filiar ao MDB de Michel Temer, Fernando Filho pode ter sepultado reeleição de deputado federal

Filiação de Fernando Filho ao MDB de Pernambuco. Foto: Reprodução.

O Ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, se filiou nessa quarta-feira, dia 21, ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB) para disputar a reeleição de deputado federal pelo estado de Pernambuco.

A filiação do ministro foi abonada pelo presidente nacional da legenda, Romero Juca (RR), que entregou a legenda de Pernambuco ao Senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), está semana.

De acordo com consulta popular realizada pelo Blog, no ano passado, políticos ligados ao presidente Michel Temer (MDB) terão dificuldade de se reeleger, tendo em vista que 94% dos eleitores desaprovam o trabalho do Governo Federal. Por outro lado, eles também não votaram em aliados de Temer, os quais são considerados “golpistas”, por terem aprovado o impeachment da presidente legítima, Dilma Rousseff (PT).

LEIA TAMBÉM 

Aliados do próprio Fernando Bezerra, afirmam que a reeleição do seu filho – Fernando Coelho Filho – é muito difícil, devido à alta rejeição popular que tem em Petrolina e no Vale do São Francisco.

“O filho de FBC pode ter sepultado sua reeleição ao ingressar no MDB de Michel Temer. Ele deveria ter ido para o DEM de Mendonça. Aqui, em Petrolina, a Família Coelho está sofrendo altíssima rejeição”, disse um interlocutor do grupo do senador, em reserva.

Com alta rejeição popular, Fernando Filho poderá repetir choro de 2012 nas eleições de 2018

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here