Exclusivo: Antes de ser preso, Lula pode ter pedido a Dilma para fortalecer candidatura de Marília Arraes

Marília Arraes e Dilma Rousseff.

Antes de ser preso, no final da semana passada, Lula pode ter pedido a ex-presidenta, Dilma Rousseff (PT), para apoiar e fortalecer o palanque da vereadora do Recife e pré-candidata a governadora, Marília Arraes (PT), em Pernambuco.

Na última sexta-feira, dia 6, Arraes esteve com Lula em São Bernardo do Campo (SP), horas antes da sua prisão e encaminhamento para a Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba.

No sábado, dia 7, antes da prisão, Lula discursou no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Paulo, ao lado de Dilma Rousseff.

Tudo indica, que antes da prisão, o líder-mor conversou com Dilma e poderia ter pedido seu apoio para a candidatura de Marília Arraes, já que ele estaria preso e não poderia fazer campanha e palanque pra ela em Pernambuco.

LEIA TAMBÉM 

Após a prisão de Lula, na cúpula do PT de Pernambuco a candidatura de Arraes é dada como certa e o apoio de Dilma Rousseff será fundamental para levar a disputar para o segundo turno, e tentar vencer Paulo Câmara na reta final das eleições.

“Lula pediu para algumas lideranças apoiarem a neta de Miguel Arraes em Pernambuco. Ele esteve com Dilma, e parece que ela deverá vir a Pernambuco dar suporte a candidatura própria do PT”, disse um petista do alto escalão do partido, em reserva ao blog.

Dilma Rousseff ao lado de Lula durante o discurso em São Bernardo do Campo neste sábado (07).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here